Olhares da caserna na preservação de autonomias militares durante o processo de redemocratização no Brasil

Victor Augusto Ramos Missiato

Resumo


Pretendemos com o presente artigo analisar a visão do Exército na Nova República, referente à distensão iniciada no regime militar (1964-1985), a formação da Constituinte e o quadro tutelar empreendido no governo Sarney. Nesse artigo, utilizaremos dissertações e teses de oficiais do Exército da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME). Tendo em vista que o controle político sobre a defesa no Brasil, durante um bom período de sua história republicana, esteve sob o controle dos militares, especialmente no período ditatorial, a manutenção dos interesses castrenses no processo de redemocratização se fez presente naquele momento, bem como influenciou no imaginário político dos oficiais nos novos tempos democráticos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/rbhcs.v8i16.280

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423


 

Indexada em: 

 Fundación Dialnet

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia