Autoridade Mestiça: Territórios de Mando no sertão do São Francisco.

Célia Nonata da Silva

Resumo


O artigo é uma análise de práticas costumeiras na capitania das Minas quanto a normatização e institucionalização de uma ordem privada no sertão do São Francisco, a partir do poder de mando de alguns potentados locais. Estes costumes rústicos são interpretados como comportamentos efetivos de uma cultura política mestiça, sustentada pela manutenção dos Territórios de Mando, que incluíam uma serie de arranjos de poder, calcados no uso de vinganças cotidianas, apropriação de terras alheias, apadrinhamentos e troca de favores entre potentados e escravos.

Palavras-chave


Rústico, poder, cultura política, historiografia.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia