O índio e o negro nos livros didáticos de Sociologia adotados no PNLD

Erinaldo Ferreira Carmo, Silas Cassio Gomes Nascimento

Resumo


O presente artigo foi elaborado em atenção a uma demanda emergente na educação básica por conhecimentos referentes aos povos indígenas e afrodescendentes. Essa demanda ocorre por conta da Lei nº 11.645/2008, que determina a obrigatoriedade do ensino sobre história e cultura indígena e afro-brasileira nas escolas públicas e particulares do país, tanto no ensino fundamental, quanto no ensino médio. Esse ensino deve compreender o conhecimento da história dos povos indígenas e africanos, a luta desses povos no Brasil, suas contribuições na formação da sociedade nacional nas áreas social, econômica e política. Nesse sentido, procuramos aqui identificar como essa exigência legal é contemplada nos livros didáticos de Sociologia e como essas temáticas são apresentadas aos professores e estudantes do ensino médio das escolas públicas do país atendidas pelo Programa Nacional do Livro Didático.


Palavras-chave


Lei 11645, Livro didático, Sociologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/rbhcs.v7i14.265

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

Desde 07 de março de 2009 

Programa de Pós-Graduação em História

Universidade Federal do Rio Grande - FURG

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia