Rebuliços no passado: o ensino de história no museu comunitário

Cícero Joaquim dos Santos

Resumo


A pesquisa analisa as memórias construídas a partir da cultura material exposta no Museu comunitário Casa da Memória de Porteiras, localizado na cidade de Porteiras, no Cariri cearense, Nordeste do Brasil. Almejando compreender a invenção do passado mediante práticas educativas museais protagonizadas pelos jovens da Associação Retratores da Memória de Porteiras (REMOP), que administram o Museu, ela vem sendo desenvolvida, entrecruzando reflexões sobre a construção das memórias e os usos do passado no presente. Problematizando as aproximações e os distanciamentos entre a memória construída no Museu e os discursos históricos elaborados por outros grupos e sujeitos históricos, a pesquisa historiciza os passados inventados sobre a formação social de Porteiras. Além dos objetos expostos, ela utiliza como fontes os registros institucionais da entidade museológica, bem como periódicos, cartilhas jornalísticas e a historiografia do Ceará

Palavras-chave


Museu. Memória Social. Ensino de História.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

Desde 07 de março de 2009 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia