História e literatura: entre narrativas literárias e históricas, uma análise através do conceito de representação

Gabriela de Lima Grecco

Resumo


Este artigo busca clarear o conceito de representação, conforme as teorias da História Cultural, e analisar a aproximação entre História e Literatura, bem como a utilização da literatura como fonte documental para a historiografia. No campo da história, os nomes destacados, como os de Roger Chartier e Pierre Bourdieu, remetem às inovações metodológicas e epistemológicas da segunda metade do século XX, baseadas em perspectivas sócio-culturais. A partir dessas novas perspectivas e partindo de novos conceitos, foi possível historicizar a obra literária e assumi-la de vez como uma evidência histórica. Assim, se pretende conduzir um estudo que identifica que tanto o texto histórico como o literário compartilham um projeto similar de apreender as realidades humanas. Hoje, muitos historiadores já reconhecem no texto literário a possibilidade de se identificar dados históricos com a peculiaridade e expressividades próprias da linguagem artística, sendo a literatura, portanto, um campo privilegiado para a investigação histórica.Dentre as fontes referenciadas ao longo deste trabalho, dá-se ênfase a obras paradigmáticas para o pensar e fazer histórico e literário contemporâneo, são eles: Roger Chartier, Sandra Pesavento, Pierre Bourdieu

Palavras-chave


História Cultural. Literatura.Representação

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

Desde 07 de março de 2009 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia