Persistência do tradicional. O processo de modernização da agroindústria canavieira do Brasil e a sobrevivência de formas produtivas não-capitalistas

Marcelo Magalhães Godoy

Resumo


A agroindústria canavieira, a mais antiga e importante atividade de transformação rural do Brasil, passou por profunda metamorfose no século XX. A modernização tecnológica esteve na base dessas mudanças. Nos quadros de transformações que alteraram o perfil do Estado e conformaram políticas econômicas baseadas em uma outra estrutura institucional e recursos instrumentais distintos, a intervenção estatal nas atividades agroaçucareiras, a partir do terceiro decênio do século XX, pautou-se pelo atendimento de interesses de classe. A perversão da idéia de moderno, expressa em transformações econômicas e tecnológicas associadas à preservação de estruturas sociais arcaicas, possibilitou a sobrevivência e reprodução do tradicional.

Palavras-chave


Atividades agroaçucareiras. Modernização. Minas Gerais/Brasil, século XX.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia