O Serviço de Proteção aos Índios e os projetos de desenvolvimento dos Postos Indígenas: o Programa Pecuário e a Campanha do Trigo entre os Kaingang da IR7

Ana Lúcia Vulfe Nötzold, Sandor Fernando Bringmann

Resumo


No presente texto, analisamos algumas ações e estratégias desenvolvimentistas do Serviço de Proteção aos Índios (SPI) que visavam tornar auto sustentáveis os Postos Indígenas espalhados pelo Brasil. O grande objetivo dos projetos elaborados pelo SPI era a inserção dos indígenas na dinâmica produtiva regional, visando diminuir o ônus de sua manutenção para os cofres do governo federal. Neste sentido destacaremos o papel desempenhado por dois projetos de desenvolvimento organizados entre os anos 1940 e 1950: o Programa Pecuário e a Campanha do Trigo, que tiveram grande impacto na organização sociocultural e espacial dos indígenas, principalmente entre os Kaingang da 7ª Inspetoria Regional (IR7), que compreendia os Postos indígenas do Sul do Brasil.

Palavras-chave


SPI. Projetos. Desenvolvimento

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

Desde 07 de março de 2009 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia