Família escrava: casamento misto entre escravizados na cidade de Teresina na segunda metade do século XIX

Talyta Marjorie Lira Sousa

Resumo


Um dos principais objetivos do estudo do passado é investigar as permanências e as rupturas ocorridas ao longo do tempo, em um dado espaço. Para este trabalho analisaremos os registros de casamento que referem-se à cidade de Teresina entre os anos 1853-1866 e 1883-1888, através de documentos localizados no Arquivo da Casa Paroquial da Igreja de Nossa Senhora do Amparo. A intenção é fazer uma leitura historiográfica a respeito de um evento vital da população negra na cidade de Teresina. Nos registros de casamento observaremos a data do casamento, o nome de cada cônjuge e sua filiação, residência, naturalidade, os nomes dos padrinhos, com suas residências e naturalidades, o nome do pároco, a idade dos nubentes, e quais uniões destacam-se. Essas informações nos ajudam a compreender as relações sociais e estratégias usadas pelos envolvidos, expressando sinais de uma sociedade escravista.

Palavras-chave


Teresina, Escravidão, Casamento.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia