Recriando um passado imaginário: o “gothic revival” nas igrejas medievais de Norwich.

Luís Mauro Sá Martino

Resumo


Este texto mostra alguns efeitos do chamado “revival gótico”, movimento artístico, literário e religioso da Inglaterra vitoriana em duas igrejas medievais de Norwich, na Grã-Bretanha. Em termos religiosos, o “revival gótico” propunha uma volta a uma liturgia anterior à Reforma Anglicana do século XVI, o que implicou a restauração de igrejas para adaptá-las ao que se entendia como “medieval”, ao menos aos olhos do restaurador, mesmo quando isso significava destruir os elementos originais da Idade Média. Este artigo explora dois aspectos da restauração: a reconstrução e a redecoração de igrejas para deixá-las “medievais” de acordo com as concepções do século XIX.

Palavras-chave


Revival Gótico. Religião. Arquitetura.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

Desde 07 de março de 2009 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia