Visões sobre Eshu: Imagens e interpretações da Cosmologia Iorubá na África Ocidental. O olhar dos cientistas sociais (1950-1980)

Anderson Ribeiro Oliva

Resumo


O texto agora apresentado, que faz parte de uma investigação de maior dimensão, possui como principal objetivo identificar a forma como as imagens e funções cosmogônicas atribuídas a Eshu – orixá do panteão iorubá – foram tratadas nas leituras elaboradas por quatro cientistas sociais que realizaram seus trabalhos de campo na região da iorubalândia, na África Ocidental, entre as décadas de 1950 e 1980. Apesar de algumas divergências observadas nas pesquisas analisadas tornou-se evidente que, o uso da tradição oral iorubá, permitiu - mesmo com as interferências das ações europeias nessa área do Golfo da Guiné ao longo dos séculos XIX e XX - uma análise reveladora do papel desempenhado por Eshu no pensamento e na estrutura cosmológica dos iorubás.

Palavras-chave


Eshu. Cosmologia Iorubá. África Ocidental.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

Desde 07 de março de 2009 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia