Trabalho de rua, perseguições e resistências: Salvador no final do século XIX.

Bruno José Rodrigues Durães

Resumo


O objetivo do texto é apresentar um estudo sobre o trabalho de rua de Salvador do final do século XIX, o trabalho de ganho, no período 1880-1889. Pretendese evidenciar a autonomia do trabalho de rua, que passa a representar uma forma de trabalho livre, antes mesmo da abolição. O trabalho de rua aparece como um trabalho “avançado”, do ponto de vista da liberdade no trabalho, quando em comparação com o trabalho escravo. Será evidenciado também o contexto social da época, onde preconceitos raciais/étnicos eram evidentes e onde percebe-se a constituição de uma classe dos subalternos, que agrega negros, mestiços e alguns brancos pobres. Serão apresentados Mapas de Presos e notas em jornais. Nestes documentos, nota-se grande presença de trabalhadores de rua, portanto, um grupo relevante na comercialização de produtos em uma cidade portuária, ao mesmo tempo, é também um grupo perseguido.

Palavras-chave


Trabalho de rua. Abolição. Discriminação.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia