Trajetórias, narrativas e memórias de imigrantes libaneses no Ceará.

Ruben Maciel Franklin

Resumo


No presente artigo, utilizamos as memórias de descendentes libaneses, nascidos em Fortaleza-CE, enquanto arcabouço documental para empreendermos a discussão acerca de vínculos familiares e de conterraneidade explorados pelos imigrantes na decisão de deslocarem-se do Líbano e, em algum momento, optarem pelo Ceará em seus projetos de vida. Com isso, podemos alcançar as múltiplas movimentações em que esses sujeitos estavam envolvidos, tanto no estado como nas mais diversas cidades brasileiras, através de contatos e interações emergidas no processo imigratório. As memórias, nesse âmbito, são percorridas levando-se em conta todo o material afetivo e “nostálgico” presentes nas narrativas dos descendentes, atendo-se igualmente ao fato de que as mesmas são demarcadas por “esquecimentos” e elaboradas a partir de identidades sociais postuladas dentro das famílias.

Palavras-chave


Imigrantes. Libaneses. Memórias

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Brasileira de História & Ciências Sociais - RBHCS

Qualis Capes B1 - A Nacional

ISSN 2175-3423

Desde 07 de março de 2009 

 

A Revista Brasileira de História & Ciências Sociais utiliza  Licença Creative Commons Attribution 4.0

Creative Commons License

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia